Vendas nos supermercados de SC em 2018 repetem 2017

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

As vendas do setor supermercadista catarinense se mantiverem no mesmo patamar de 2017, sem variação real. O resultado das vendas de dezembro de 2018 em relação a dezembro de 2017 foi + 0,78%, enquanto que o resultado comparado a novembro foi positivo em 27,41%, circunstância normal neste período por conta da influência das festas de final de ano. No acumulado o índice zerou.

Os índices foram apurados na pesquisa mensal do Termômetro de Vendas, realizada pela Associação Catarinense de Supermercados (Acats). Participaram da pesquisa empresas de todos os portes e regiões catarinenses, sendo que os dados já foram deflacionados pelo IPCA. Importante salientar que o segmento de atacarejo não participa desta sondagem. Todas as empresas participantes têm lojas no formato tradicional de supermercados.

De acordo com a Associação Catarinense de Supermercados (Acats), o resultado de 2018 refletiu um ano de muitas incertezas e oscilações na economia em geral, o que acabou reproduzindo no comportamento do consumidor.

– Tivemos um ano bem atípico, com um primeiro semestre fortemente impactado pela greve dos caminhoneiros, a recuperação muito lenta do índice de geração de novos empregos e um ritmo bastante tímido em relação a investimentos das empresas. A economia ficou em compasso de espera aguardando o resultado da eleição presidencial e agora em 2019 existe a possibilidade da retomada dos negócios acontecer de modo mais efetivo – conforme análise do Presidente da Associação Catarinense de Supermercados (Acats), Paulo Cesar Lopes.

Em relação ao ano de 2019, o segmento supermercadista catarinense está otimista. Pesquisa realizada com cerca de 100 lideranças empresariais do setor supermercadista, indústria e serviços conectados indicou que 68% dos participantes confiam em uma melhora no ambiente de negócios.

Na consulta sobre desempenho das próprias empresas a postura é ainda mais otimista para o ano de 2019, com 95% das respostas indicando resultado positivo e superior ao de 2018.

A perspectiva da economia no Estado e no País com a posse de novos governantes também é otimista. 68% acham que os negócios com certeza irão melhorar e 19% acha que este processo também vai acontecer, porém, de forma mais lenta e gradual. Um contingente de 13% manifestou mais cautela, neste momento, com muitas dúvidas em relação à efetividade das ações destes novos governantes e parlamentares que assumiram em 2019. Ninguém indicou um cenário negativo para este ano.

Termômetro de Vendas Acats 2018 (em percentuais)

Mês Mês atual x
Mês ano passado
Mês atual x
Mês anterior
Acumulado
Janeiro (-1,57) (-21,66) (-1,57)
Fevereiro (-1,94) (-2,55) (-1,74)
Março +16,01 +8.08 +1,27
Abril (-10,38) (-17,24) (-1,89)
Maio +4,15 +7,25 (-0,04)
Junho (-1,96) (-4,05) (-0,70)
Julho (-2,94) +0,13 (-1,10)
Agosto +2,86 +3.30 +0,08
Setembro (-2,25) (-1,26) (-1,09)
Outubro +1,91 +0,52 (-0,25)
Novembro +1,99  +2,20 (-1,15)
Dezembro +0,73 +27,41 0,00

 

 

Compartilhar.

CONFIRA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS
close-link