Encontro de Supermercadistas da Grande Florianópolis e Sul

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Com o patrocínio das empresas Girando Sol e RP Info, ambas completando 30 anos de atividades em 2021, a Associação Catarinense de Supermercados (Acats) promoveu no modo virtual (09.06) o Encontro Regional de Empresários Supermercadistas – Grande Florianópolis e Sul.
A programação contou com a etapa de discussões em torno de uma pauta de temas relevantes do setor entre os supermercadistas das regiões representadas pelo encontro, seguindo-se uma palestra com Fátima Merlin, diretora da Connect Shopper e presidente do grupo Mulheres do Varejo, sobre o tema “Mitos e Inverdades sobre o Gerenciamento de Categorias”.
Nesta primeira etapa, a Assessora Jurídica da Acats, Dra. Regina Almeida de Queiroz, apresentou esclarecimentos sobre a aplicabilidade da lei que dispõe sobre o afastamento da empregada gestante das atividades de trabalho presencial durante a emergência de saúde pública; da lei sobre a reposição de produtos com validade vencida e a proposta para uma mudança na lei relativa a entrepostos e açougues em supermercados, em fase de construção. Foram também discutidas questões referentes ao protocolo sanitário das lojas no enfrentamento à pandemia.
O Presidente Francisco Crestani e os Vice Presidentes Regionais Delamar Silva Filho e Ricardo Pereira Althoff (Grande Florianópolis e Sul); mais o Gerente Administrativo Octavio de Souza Lima Neto coordenaram os trabalhos em nome da Entidade. Tiago Nascimento – Diretor Comercial da RP Info e Gilmar Borscheid – Sócio Administrador da Girando Sol representaram as empresas patrocinadoras.
Na palestra, a consultora Fátima Merlin buscou demonstrar a relevância do Gerenciamento por Categoria (GC) em ajudar o supermercadista a rentabilizar seu negócio. Entre as principais argumentações apresentadas, a palestrante considera fundamental para o supermercadista ter a definição do perfil dos consumidores da loja, que vai proporcionar as informações estratégicas para trabalhar a questão do GC na área de vendas.
Outro aspecto importante, segundo a palestrante, é considerar o GC como um processo integrado em que todos os ´Ps´ do varejo (preço, produto, praça, promoção, pessoas e processos) estejam conectados e que não existe um filtro de porte de loja para se executar GC. Lojas de todos os tamanhos podem ter sucesso no processo.

  • Com a definição do papel de cada categoria dentro de sua loja mediante a característica predominante da clientela será possível apresentar o mix ideal e ter êxito nas vendas. Além disso é preciso respeitar o chamado mantra do GC, de ter o produto disponível, visível e acessível ao consumidor – afirmou ela.
Compartilhar.